5 dicas de cuidados com a saúde no inverno

5 dicas de saúde para o inverno

A baixa umidade do ar e as mudanças bruscas na temperatura, características típicas das estações frias do ano, criam condições ideais para o surgimento de doenças. Sendo assim, os cuidados com a saúde no inverno são imprescindíveis para preservar a qualidade de vida.

Nesse sentido, é um período em que o organismo fica mais suscetível a doenças e problemas respiratórios, como alergias, gripes, sinusite, bronquite e resfriados – além disso, segundo o Instituto Nacional de Cardiologia, nos dias frios os índices de infartos podem aumentar em até 30%.

Se você deseja preservar o seu bem-estar durante os dias aconchegantes que as temperaturas amenas proporcionam, vamos ajudar!

A importância dos cuidados com a saúde no inverno

A chegada do outono e inverno provoca alterações climáticas significativas, como a queda nas temperaturas e umidade do ar. É um período do ano em que a incidência de desconfortos, risco de infecções e ressecamento de mucosas é elevada.

Nesse contexto, há relação entre as baixas temperaturas e a umidade do ar, pois ambas oferecem riscos intensos e causam prejuízos notáveis para a saúde, como o aumento do risco de infecções cardíacas, bacterianas, redução da imunidade, e favorecem o surgimento de complicações cardíacas.

Além disso, é um período em que as patologias respiratórias são comuns, dentre elas;

  • Gripe;
  • Resfriado;
  • Rinite;
  • Sinusite;
  • Otite;
  • Asma;
  • Bronquite;
  • Pneumonia.
    De acordo com o Governo Federal, as doenças transmitidas pelo ar aumentam consideravelmente no inverno, devido à sazonalidade do vírus, temperatura e umidade baixas e fatores comportamentais, por isso, os cuidados devem ser redobrados, especialmente com as crianças e os idosos.

Dessa forma, o inverno é uma época do ano que merece atenção especial para cuidar da saúde e evitar todas essas complicações – contribuindo para ter mais qualidade de vida e disposição para encarar os desafios diários e aproveitar todos os momentos.

5 dicas para cuidar da saúde no inverno
O inverno é uma estação do ano que exige cuidados mais intensos com a saúde, sobretudo, devido à alta incidência de doenças e infecções. Sendo assim, é primordial que algumas medidas preventivas sejam adotadas no dia a dia, para evitar sintomas e complicações.

Ou seja, é um período que requer a mudança de hábitos de pessoas de todas as idades, para promover o bem-estar – algumas atitudes simples no cotidiano podem fazer grande diferença para evitar problemas com potencial para causar quadros graves.

Veja o que fazer para cuidar da sua saúde no inverno.

1. Cuide da hidratação

A hidratação é importante em todas as épocas do ano e para todas as pessoas, entretanto, o inverno é uma estação que exige mais atenção. Durante os dias frios, o organismo gasta mais energia para manter a temperatura, com isso, a desidratação ocorre com facilidade.

Nesse sentido, é fundamental beber água diariamente na quantidade ideal, pois um dos fatores mais importantes para o bom funcionamento do sistema imunológico é a hidratação, facilitando o combate a diversas doenças infecciosas – além de evitar problemas digestivos e intestinais.

Embora o consumo diário de água seja indispensável, também é preciso cuidar da hidratação da pele e das vias aéreas. Para tanto, você pode adotar os seguintes hábitos:

-Utilize um umidificador de ambientes;
-Utilize soluções específicas para hidratar as narinas;
-Evite banhos longos com a água muito quente;
-Utilize sabonetes neutros;
-Utilize cremes hidratantes para a pele.

2. Mantenha os ambientes arejados

Fechar a casa ou ambientes de trabalho em dias frios é uma atitude comum, no entanto, é perigosa e favorece a ocorrência de doenças e alergias. A falta de circulação do ar aumenta a possibilidade de proliferação de vírus, ácaros, fungos e outros microrganismos.

Sendo assim, evite locais fechados, com aglomerações e, quando estiver em casa, mantenha as janelas abertas e higienize as roupas de cama. Além de evitar alergias e doenças como a gripe, você contribui para manter sua casa segura e confortável.

3. Tenha uma alimentação saudável

O inverno é uma estação em que a gastronomia é tentadora, aumentando consideravelmente o consumo de pratos gordurosos e calóricos. Entretanto, manter um cardápio equilibrado, sem abrir mão das frutas, legumes e verduras é imprescindível.

Por ser um período em que o corpo é mais suscetível a doenças, a alimentação saudável tem um papel fundamental para fornecer os nutrientes necessários ao sistema imunológico, garantindo uma maior resistência aos inúmeros riscos de doenças respiratórias.

4. Exercícios físicos

A prática de exercícios físicos no inverno é outro hábito importantíssimo para fortalecer a imunidade em todo o organismo, promovendo a saúde física e mental. Além de acelerar o metabolismo, os esportes são capazes de melhorar a disposição para encarar a rotina.

Portanto, mesmo que os dias frios provoquem desânimos, é essencial superar os obstáculos e praticar atividades físicas ao menos três vezes por semana. É uma atitude que vai proporcionar benefícios cruciais para ter resistência, melhorar o desempenho físico e até questões estéticas.

5. Atente-se à vacinação

As vacinas são imprescindíveis para fortalecer o sistema imunológico e evitar epidemias de doenças graves, com grande potencial para levar ao óbito. Sendo assim, manter as vacinas em dia contribui para permanecer saudável e evitar problemas em todas as épocas do ano.

No inverno, por exemplo, é comum o aumento de casos da gripe em quadros mais sérios, sendo uma oportunidade para evoluir para outras doenças, como pneumonia. Por isso, tomar a vacina para influenza é essencial para prevenir sintomas desagradáveis.

Além disso, segundo estudo realizado pela Universidade do Michigan, nos Estados Unidos, pessoas que tiveram imunização contra a gripe podem apresentar um risco 24% menor de ter complicações causadas pelo coronavírus, demonstrando a importância da vacina para fortalecer o sistema imunológico.

Para as crianças e idosos é também interessante a proteção propiciada pela vacina Pneumo 13 Conjugada. Se oriente com seu médico.

Fonte: Padrão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima